Perto de tudo

Começo o dia a rebuscar na memória da prateleira e do coração músicas de outros tempos. No meio de tantos outros discos já há tanto esquecidos, lá estava ele, centrado logo ali no primeiro olhar, como se tivesse sido arrumado propositadamente para não perder o tempo desta manhã.

O acaso escolhe começar por esta música. “Porra! São músicas destas que nos ensinam a crescer para além da vida. Lembras-te da a ouvir sozinho às escuras? Porra…”. Na mesma estrada de hoje, de ontem e de amanhã, consegue-se recuperar o sorriso de muitos anos atrás. Anda-se veloz para a frente, mas muito mais rápido se chega ao antes. Muito antes. E é quase bom lá estar. Com esta banda sonora, também. Essencialmente percebe-se que o que se pensava sempre aconteceu, para melhor, e que as dúvidas não são eternas, apenas se vão alterando. E tanta coisa cabe nos minutos desta música.
Gosto de ainda gostar das coisas que gostava. Gosto de gostar de gostar.

(Felizmente o vídeo é escuro e claro)


Forward yesterday
Makes me wanna stay
What they said was real
Makes me wanna steal
Livin' under house
Guess I'm livin', I'm a mouse
All's I gots is time
Got no meaning, just a rhyme
.
Take time with a wounded hand
'Cause it likes to heal
Take time with a wounded hand
'Cause I like to steal
Take time with a wounded hand
'Cause it likes to heal, I like to steal
I'm half the man I used to be
Because I feel as the dawnIt fades to gray
Well, I'm half the man I used to be
Because I feel as the dawn
It fades to gray
Well, I'm half the man I used to be
Because I feel as the dawn
It fades to gray
Well, I'm half the man I used to be, half the man I used to be
.
Feelin' uninspired
Think I'll start a fire
Everybody run
Bobby's got a gun
Think you're kinda neat
Then she tells me I'm a creep
Friends don't mean a thing
Guess I'll leave it up to me
.
Take time with a wounded hand
'Cause it likes to heal
Take time with a wounded hand
Guess I like to steal
Take time with a wounded hand
'Cause it likes to heal, I like to steal
I'm half the man I used to be
Because I feel as the dawn
It fades to gray
I'm half the man I used to be
Because I feel as the dawn
It fades to gray
I'm half the man I used to be
Because I feel as the dawn
It fades to gray
I'm half the man I used to be, half the man I used to be
.
Take time with a wounded hand
'Cause it likes to heal
Take time with a wounded hand
Guess I like to steal
Take time with a wounded hand
'Cause it likes to heal, I like to steal
I'm half the man I used to be
Because I feel as the dawn
It fades to gray
Well, I'm half the man I used to be
Because I feel as the dawnIt fades to gray
Well, I'm half the man I used to be
Because I feel as the dawnIt fades to gray
Well, I'm half the man I used to be, half the man I used to be,Half the man I used to be
.

Hoje é daqueles dias em que parece não consigo deixar de estar sozinho. Há conversas a sério com gente a sério, gentes em vultos, vultos que nem são gente. Carros. O dia. Eu. Ainda sozinho.
.
Quero ter o abraço dos meus filhos para lá da imaginação. De todos.


10 pessoas resolveram respeitar o aviso ali ao lado da seguinte forma

Mais uma vez…multado!

Eu não percebo porque cargas de água tenho uma fotografia sorridente na carta de condução. Se a carta de condução só serve para mostrar aos senhores guardas, e se estes cada vez que a requisitam é para me passarem facturas, como é óbvio a fotografia devia ter um aspecto cabisbaixo e irritado.

Eu nem sei como é que eles acham que aquela pessoa que sorri no documento é a mesma que ali está perante eles com um esgar insultuoso e abundante espuma na boca. Devem ter treino de reconhecimento facial para além da máscara expressiva de ódio.

Só sei que quando renovar a carta vou alterar a fotografia para algo mais condizente com o espírito de apresentação da mesma. E vou aproveitar para exibir o meu esguio e esbelto dedo máximo esticado.


17 pessoas resolveram respeitar o aviso ali ao lado da seguinte forma

"Not an addict"

"It's not a habit, it's cool, I feel alive"
.
K's Choice
.
.
(é em Inglês, mas eles são belgas...)


12 pessoas resolveram respeitar o aviso ali ao lado da seguinte forma

Nas rodas do acaso

(Eu sei que o título parece ser sugestivo mas, por favor, não te deixes enganar. Pára enquanto é tempo. Vem aí o fim-de-semana, não o estragues já…)

Uma das medidas legais que deviam ser decretadas logo na abertura da nova temporada legislativa era a necessidade de haverem “passadeiras” (ou “zebras” para aqueles que como Eu acham que o trânsito viário se parece mais com uma selva que com uma sala) nos corredores dos hipermercados. É que as hipóteses de uma pessoa ser abalroada por uma daquelas jovens de mini-saia com uns patins na ponta não são nada remotas. E depois de quem é a culpa?

O corredor das caixas registadoras, então, é uma autêntica roleta russa. Se alguém mais inadvertido se arrisca a atravessá-lo sem cumprir a regra de rodar a cabeça e os olhos 180º está sujeito a voar do corredor dos iogurtes até ao corredor da papelaria (sem parar pelo das esfregonas/produtos de limpeza).

Em alternativa às “passadeiras” (ou “zebras” para aqueles que…acho que já disse isto) também se poderiam colocar umas cancelas, à laia das passagens de nível, nos corredores transversais. Assim, quando se ouvisse aquela voz anasalado-arrastada (um dia voltarei a este riquíssimo tema) que suplica pela «cláudiaaaaann à caixa seeetennnn», fechavam-se as cancelas, e a patinadora Cláudia poderia fazer o seu percurso alegremente e em “câmara lenta”, quiçá até com recurso a piruetas e esparregatas levitadas, divertindo os utentes enquanto estes aguardavam aos tremelicos pela reabertura da cancela. Isto sim, era um serviço agradável para todos.

(Já agora, gostaria que a Cláudia, se ainda me estiver a ler, me explicasse porque é que anda de mini-saia até às virilhas e depois veste um casaco de lã? Se tem frio, não passe pelo corredor dos congelados. É o que Eu faço.)


12 pessoas resolveram respeitar o aviso ali ao lado da seguinte forma

Este blog é conduzido por um profissional

Se há coisa com a qual Eu fico feliz na estrada é saber que o veículo que circula à minha frente é conduzido por um “profissional” e que esse “profissional”, por sua vez, é conduzido por um telefone que o impede de derrapar do seu caminho comportamental mais correcto. Descansa-me a consciência de que aquele popó não vai ali desgovernado ao Deus dará, e sempre tenho a possibilidade de acrescentar números telefónicos à memória do meu telemóvel.

Como a vida seria ainda mais perfeita se todas as responsabilidades fossem apregoadas da mesma maneira, não era? Para dar um pequenino exemplo vou fincar-me no caso dos sacos atulhados com compras. Estes sacos deveriam ter afixada uma minuta (finalmente usei esta palavra!) com espaços livres que o proprietário preencheria obrigatoriamente depois de os encher e pagar a conta, do tipo:

“Este saco foi adquirido e está a ser transportado por_____________, filho de ________________ e de __________________, cujo número de telefone é o_____________. Se o nosso filho é apalermado e atabalhoado a transportar este saco, não nos insulte ou a ele, ligue-nos para que o possamos repreender e tentar incutir-lhe mais educação. Obrigado!”

O mesmo se aplicaria às malas femininas e por aí fora….

(já agora, este blog é conduzido por um profissional. Se detectar algo que o agrade ou que o deixe menos que irritado ligue para o número +351962478895)


82 pessoas resolveram respeitar o aviso ali ao lado da seguinte forma

Cabrum zum!

Não é que Eu deseje mal a alguém em concreto, mas para mim o Harry Potter caía de um mocho abaixo e enterrava a varinha mágica pelo caldeirão rectal adentro, até lhe sair estrelinhas verde-alface pela cicatriz e faíscas púrpuras pelo olho esquerdo.


13 pessoas resolveram respeitar o aviso ali ao lado da seguinte forma

“Queres logo”(ou agora)?

Ontem fui decretar uma OPA a uma embalagem de cereais daqueles que se comem ao pequeno-almoço, almoço, jantar, lanche, ou quando a fome grita por companhia.
Olhando para as costas da embalagem reparo que tem uma delgada jovem desenhada, o que só por si não me intimidou por aí além. Mas também constato que ofertam um saco de praia, às flores cor-de-rosa, na compra do produto.

Agora não sei se hei-de começar a comer os cereais e esperar até me parecer com a boneca da caixa, ou se começo a usar já o saco de praia…


13 pessoas resolveram respeitar o aviso ali ao lado da seguinte forma

Dedo são

Se tomar Actimel ajuda a reforçar as nossas defesas naturais, mas deve-se continuar a lavar as mãos (segundo a doutrina da publicidade ao produto), pergunto Eu:

E se uma pessoa lavar as mãos com Actimel e/ou beber a água residual do asseio manual, será que eleva o sistema imunitário à potencia da perfeição? De respostas destas é que Eu preciso urgentemente (antes de despejar o lavatório).


12 pessoas resolveram respeitar o aviso ali ao lado da seguinte forma