Aí estão elas…as melgas

Quem comete o esforço mental e ocular de ler o que vou escrevendo certamente já desconfiou que Eu sou um amante da Natureza (mas não digam nada à minha cônjuge; e é mesmo da Natureza filha não é da Mãe Natureza).

Ora, é essa tara que me traz aqui mais esta vez, e agora para falar do que alguns conhecem por “melga”, mas mais comummente conhecida por Anopheles gambiae.

A melga, naquela forminha tão aparentemente sensível e delével, é na verdade um centro de maldade em si mesmo, por todas as razões que se conhecem e mais esta: pica!. Pois é, caso alguém não saiba a melga pica. E não só pica, como vai picando, para mostrar que é verdadeiramente…melga. Está-lhe no sangue; ou melhor, está no nosso sangue que depois passa a ser o dela.

E é precisamente agora no período estival (Eu sei que escrever “período” a seguir a ter escrito “sangue” pode resvalar o contexto, mas não tenho talento para mais) que a melga arregaça o bico e explora a parte inferior das cútis que vai encontrando mais desprotegidas. Pois bem, aqui fica o resultado de minutos de estudo comportamental ao serviço do melgicídio científico. São só alguns passinhos básicos e depressa passamos de melgados a mortalmente melgantes.

Passo 1 (o ataque) - se ouvir uma melga em seu redor, assuma logo que ela lhe vai picar; não pense que a melga desiste, é um animal demasiado estúpido para desistir, mesmo sabendo que a morte pode estar ali, na palma da mão (literalmente). Como tal, em vez de fugir, se esconder, ou tapar-se que nem um beduíno, faça propositadamente o contrário – exponha-se. A melga não o vai matar, e o pior que pode acontecer é ser picado uma vezinha (como Eu fui agora!);

Passo 2 (a preparação) – se já se mentalizou e tomou coragem para se dar à melga, então pode ficar descansado que não é preciso desnudar-se por completo, basta oferecer os membros em jeito de dádiva divina (claro que se quer apanhar o infernal insecto mais rapidamente poderá utilizar todo o corpo como chamariz, mas aí pode afugentar a melga ou atrair mais, depende do calor do corpo…e da luz)

Passo 3 (a estratégia) – por esta altura já a bicha viu que vai ser fácil, e provavelmente já poisou. Calma! A melga não pica assim que poisa, e este é o seu ponto fraco. Se reparar, a melga poisou, mas mantém uma postura de alerta e predisposição de fuga que se traduz num posicionamento em tensão daquelas patinhas (que, se tudo correr bem, em breve estarão esmigalhadas). Esta altura do combate é crucial - para si e para ela – tem de manter o sangue quente e a cabeça fria (metaforicamente em ordem inversa). Tem de a fazer perceber que ela se pode servir à vontade, não precisa estar naquela aflição como se alguém a fosse matar. Deixa-a relaxar como se duma amiga se tratasse, até lhe pode dizer, com um sorriso, “pica, estás em casa” elas costumam gostar. Desde que se mantenha imóvel, não demorará muito até a melga sentir que aquele território está livre de perigo, não nos esqueçamos que a melga é irracional e não pensa nem sente assim por aí além.

Passo 4 (o inicio do fim) – se realmente o seu poder de persuasão e sedução chegar para convencer um insecto, agora já a melga está relaxada e se prepara para saciar a sua sede dolorosa. É fácil de ver, ela amocha (é o termo mais correcto). Na prática isto quer dizer que se começa a abaixar para aferroar aquela palhinha biológica na nossa pele. Convém aqui referir que uma pele bastante pilosa facilita bastante a consumação da morte, isto porque nesta fase, o que a melga faz é começar a emaranhar-se nos pelos cutâneos para chegar ao verdadeiro banquete, ora, escusado será dizer que a partir daqui está definitivamente condenada, no fundo, enleia-se no próprio fim. Por isto senhoras e alguns senhores, se querem livra-se das picadelas de melga, parem já com a depilação (se preferem ser “picadas” – também por melgas – continuem a escanhoar o pernil).

Ora, a melga já relaxou e já está a esticar o ferrão (parece que estou a falar do vosso relacionamento amoroso veranista, mas não é, não se esqueçam que estamos aqui ao serviço do extermínio melgal). Pois bem, vamos ao passo final…

Passo 5 (a morte) – e chegámos à parte mais interessante. Foi para isto que esperou 63 segundos (mais coisa menos coisa) – a palmada final. É que nesta altura a melga está indefesa, só se você for uma pessoa muito lenta ou vesga é que não conseguirá acabar com aquele bocadinho de ruindade. Basta para tanto que lhe dê um aconchego com a palma da mão. A propósito disto convém informar que a melga não tem armadura, e nem sequer esqueleto, como tal não é necessário dar-lhe (e a si mesmo) um palmadão ou com as costas de uma cadeira. Basta um ligeiro toque que o paraíso a receberá na mesma. Agora, se sente a ferver em si uma raiva descomunal, afinque-lhe! E se não gostar de si ou for masoquista, então até pode esperar que ela o sugue para depois lhe dar com uma chibata de couro, aí sim, sentirá o prazer da morte mesclado com a dor. Claro que, se estiver a prestar um favor a outrem, pode completamente marimbar-se na intensidade do golpe final, mas sendo em si deve considerar.

E pronto, Eu já melguei o suficiente com este pequeno manual para mim (mas grande texto para a Humanidade), e já esborrachei três melgas entretanto. Agora resta a cada um decidir o que fazer com isto; para além de ler, porque se chegou até aqui, acho que vale mesmo a pena experimentar.

36 Comments:

Blogger Cláudia contribuiu com estas palavras sábias:

Bem, que grande dissertação sobre melgas :)
Elas a mim n me atacam...raramente me picam...eheheheh

junho 27, 2007 4:54 da tarde  
Blogger Cláudia contribuiu com estas palavras sábias:

Esqueci-me de dizer, que elas não me melgam, porque eu sou mais melga que elas!!! :P

junho 27, 2007 4:54 da tarde  
Blogger Nanny contribuiu com estas palavras sábias:

Eu sou vítima preferencial de todo o tipo de melgas... mesmo dessas de longas pernas e ferrão a jeito!

Como tal já apurei o método e nem espero que pousem na cútis... assim que as oiço zunir, ligo o aparelhimento à corrente e... vai-te embora OH MELGA!

Beijos para o Eu, que lhe deixo eu

junho 28, 2007 12:59 da manhã  
Blogger Inha contribuiu com estas palavras sábias:

Olha, olha, esta para mim é novidade: a julgar por alguma coisa que li num dos posts abaixo, fiquei com a impressão que gostavas de melgas. ADORAVAS MELGAS! ("um doce beijo na melga") (ai setapanho, ó melga)!


GARGALHADAS!!!!!!!

lolllll

Ah, era só para dizer que já cheguei de férias. :P

junho 28, 2007 3:47 da tarde  
Blogger Eu contribuiu com estas palavras sábias:

claudia e claudia, as melgas, por mais chatas que sejam, merecem o mEu maior esfor�o ao n�vel da disserta�o...e da disseca�o...e do esventramento
pois, fica sabendo q Eu �s vezes sou v�tima da biologia melguista, mas � s� pq gosto muito da Natureza :))
_________

"mesmo dessas...", nanny? olha que se for mesmo das "outras" � bem pior; mais q "essas", n�o matam mas moem (digamos q t�m o bico mais rombo, tiram menos sangue mas aleijam mais...espera l� mas isto q Eu estou a falar j� n�o s�o melgas, s�o vespas ;)

j� me fui embora, OH FELINA! (detesto esse som vibrante dos aparelhos electricos)

bjs tb para ti, ao longe
__________

inha, n�o tomes por certo tudo aquilo que Eu aqui escrevo, ou por outra, roda � volta do prisma, e escolhe s� um dos lados (pelos outros Eu n�o m responsabilizo:)

(eh p� agora lembrei-me do big bigmac, devem ser saudades...)

voltaste de f�rias e est�s-te a rir?!?! deves ser arra�ada de hiena :P

bem (re)vinda

junho 28, 2007 4:44 da tarde  
Blogger isabel mendes ferreira contribuiu com estas palavras sábias:

e estás a falar das ditas? as melgas?

ou é uma excelente metáfora?


____________________
____________________.

beijo.

junho 28, 2007 4:56 da tarde  
Blogger Eu contribuiu com estas palavras sábias:

estou a falar dos indívíduos da espécie Anopheles gambiae, B., só isso; Eu sou um rapaz muito simples, o mEu discurso é directo e raramente vai além daquilo que estou a tentar dizer (e mto menos tenho capacidade para "excelentes metáforas" :)))


(e agora, por falares em ditas, lembrei-me de uma para a qual deixo umas saudações especias, se me permites)

bjs

junho 28, 2007 5:06 da tarde  
Blogger Betty Boop contribuiu com estas palavras sábias:

Tava com saudades: Vim cá!
Ainda não te li - (este é longo!!!!)

Mas volto!!!!!!!!!!!!
(para um chazinho mais demorado)

junho 30, 2007 4:01 da tarde  
Blogger Rafeiro Perfumado contribuiu com estas palavras sábias:

Tens de parar com essa mania enervante de falares em assuntos que eu também tenho para falar. Chega aqui para te dar um tau-tau, sua melga...

julho 01, 2007 3:12 da tarde  
Blogger Nanny contribuiu com estas palavras sábias:

O meu aparelhimento não faz barulho... só deita cheirinho... hehehe

Beijocas mais de perto, que te deixo eu

julho 01, 2007 10:09 da tarde  
Blogger eu mesma! contribuiu com estas palavras sábias:

....e como as melgas deram pano para mangas... bicho mais irritante! que me chegam a morder atraves dos jeans!

julho 02, 2007 3:11 da tarde  
Blogger Eu contribuiu com estas palavras sábias:

(Eu já volto a melgar...é só um instantinho...bzzzzzzzzzzzz ;)

julho 03, 2007 1:23 da manhã  
Blogger Fallen Angel contribuiu com estas palavras sábias:

Já pensaste em arranjar um sapo?

Enquanto não arranjas o bicho, fica-te com este abraço mEU. :-)

julho 03, 2007 12:21 da tarde  
Blogger isabel mendes ferreira contribuiu com estas palavras sábias:

ent�o muito boa tarde.


sem q.q.met�foras.

e sem melgas....sou al�rgica a.

mas volto para dizer o que n�o tinha dito:

gostei da disserta�o.


beijos....A.

julho 03, 2007 5:03 da tarde  
Blogger Betty Boop contribuiu com estas palavras sábias:

Demorei mas voltei!
Já li!

Que manual!
Descrição tão pormenorizada, requereu com certeza largos minutos de observação - a filha natureza ficou com certeza corada, seduzida e à tua mercê... pois quem assim olha, com tanta atenção ao detalhe... mostra que está interessado! Ah lá isso mostra!!!!

julho 04, 2007 12:55 da manhã  
Blogger Sandra contribuiu com estas palavras sábias:

:))

euzito, já te disseram q tens um instinto melgal assassino?? inda por cima usas as tuas próprias mãos ó inveix de contratares alguem pácabar cas gajas, ó té mesmo de teres uma magnum à mão pás abateres ;)

tadinhas das melgas, elas são nossas amiguinhas, até pq n é à toa q se diz " q os verdadeiros amigos deixam marcas nas nossas bidinhas" :)))

xinhuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuus pa tu da lua

julho 04, 2007 10:36 da manhã  
Anonymous cat contribuiu com estas palavras sábias:

Só Eu....seria capaz de dissertar assim sobre as "ditas" melgas...e ainda assim...n passaria do 1º paragrafo...

;)

julho 04, 2007 10:48 da manhã  
Blogger Tre(e)tas contribuiu com estas palavras sábias:

Onde?

julho 06, 2007 11:54 da tarde  
Blogger HM contribuiu com estas palavras sábias:

Sai melgaaaaaaaaaaa!!!
É que ele há cada melga...........

Bj
HM

julho 08, 2007 1:38 da manhã  
Blogger Arcanjo contribuiu com estas palavras sábias:

Que é feito de ti que nunca mais te pus a vista em cima?

E por falar nas bichas... olha que andam por aí muitas Anopheles gambiae sempre á procura de onde nos possam picar. (grata pelo conselho que vou passar a aplicar com a finco) ;-)

Beijinhos***

julho 09, 2007 9:38 da manhã  
Anonymous Ana contribuiu com estas palavras sábias:

Beijo

julho 16, 2007 2:48 da manhã  
Blogger Brutal contribuiu com estas palavras sábias:

Excelentes dicas! Hoje mesmo vou nuzinho para a beira de um charco de águas paradas experimentar a teoria...

julho 20, 2007 7:19 da tarde  
Blogger Nanny contribuiu com estas palavras sábias:

E já era alturas de matares estas e nos dares outras... palavras :-(

julho 21, 2007 1:15 da tarde  
Blogger Boop contribuiu com estas palavras sábias:

Fiz uma ligeirissima alteração... Larguei a Betty e fiquei só com a Boop!
Não me estranhes por aí...

(é que todos os dias tinha 20 pesquisas do Goggle à procura de "tatuagens da Betty Boop" "ponto cruz da Betty Boop" "Betty Boop na praia" "malas da Betty boop"... Não há paciência!)
Sinto-me devassada!
E contra grandes males... grandes remédios!

julho 21, 2007 3:03 da tarde  
Blogger Moura ao Luar contribuiu com estas palavras sábias:

Eu mato logo nao faço charme hehe

julho 21, 2007 5:16 da tarde  
Blogger Amsilva contribuiu com estas palavras sábias:

será esta a famosa teoria de como matar uma melga em 65 segundos???
eheh mata....

julho 29, 2007 6:45 da tarde  
Blogger Nanny contribuiu com estas palavras sábias:

Querem lá ver que agora fica às melgas o Verão todo... aiiiii

julho 29, 2007 11:06 da tarde  
Blogger Vanessa Lourenço contribuiu com estas palavras sábias:

Olá o meu nome é Vanessa - "olá Vanessa" - e fui vitima de melgas. Não, não foi só uma, venho aqui hoje porque me tornei ( se dor facilmente impressionaveç mude de blog neste momento) na BORBULHA HUMANA CONTA-ATACA! é verdade, eu até nos dedos tenho picadas! Não bastava na perninha?não! no pé talvez? não! tem de ser inclusivé onde o sol não brilha...(não perguntem como)...e pronot...agora que partilhei esta minha experiência enriquecedora que dá muita comichão, um beijo e obrigada*

julho 30, 2007 12:46 da tarde  
Anonymous Anónimo contribuiu com estas palavras sábias:

I found this site using [url=http://google.com]google.com[/url] And i want to thank you for your work. You have done really very good site. Great work, great site! Thank you!

Sorry for offtopic

novembro 08, 2009 12:24 da manhã  
Anonymous Anónimo contribuiu com estas palavras sábias:

Who knows where to download XRumer 5.0 Palladium?
Help, please. All recommend this program to effectively advertise on the Internet, this is the best program!

novembro 23, 2009 1:03 da manhã  
Anonymous Anónimo contribuiu com estas palavras sábias:

[url=http://www.soultracks.com/]Buy Cheap Viagra Uk[/url]

fevereiro 15, 2010 6:35 da manhã  
Anonymous Pitty contribuiu com estas palavras sábias:

Não sei se resulta... estou ha 20 minutos a espera e ela parece q se evaporou, mas nao é possível porque a porta do quarto está fechada.

Elas adoram-me sou um iman para elas...

enfim vou esperar mais um pouco e hei de matar a p************************!
odeio-as

novembro 21, 2010 3:55 da manhã  
Anonymous Anónimo contribuiu com estas palavras sábias:

Helo ! Forex - Outwork чашкой кофе наслаждаться ситуации получитьприбыль, просто зарегистрируйтесь forex [url=http://foxfox.ifxworld.com/]forex[/url]

dezembro 04, 2012 6:49 da manhã  
Anonymous Anónimo contribuiu com estas palavras sábias:

http://site.ru - [url=http://site.ru]site[/url] site
site

janeiro 13, 2013 8:34 da manhã  
Anonymous APC contribuiu com estas palavras sábias:

Pois eu gostei imenso! :-) Inspirado, humorado e - o melhor! - muito bem escrito.

Um abraço

abril 01, 2013 5:24 da manhã  
Anonymous Anónimo contribuiu com estas palavras sábias:

A raquete que tenho frita-as :)

julho 04, 2013 2:53 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home